Novo romance

Um novo livro é sempre um momento de transformação. Prazerosa pra alguns autores, desconfortável pra outros. Transformação que se anuncia no início da escritura, queima o peito, congela a ponta dos dedos, intensifica-se na hora do ponto final, provoca febre, vai sossegando durante a revisão das provas e se completa na publicação. Nada permanece o mesmo no mundo, porque mudou o autor. Aquele que existia antes desse processo desapareceu. Outro surgiu em seu lugar.

Em alguns dias o novo romance estará nas livrarias. Sensação deliciosa: expectativa e eletricidade estática. Finalmente fora do meu alcance, a caminho da gráfica, que surpresas os personagens estão preparando? Que novidades saltarão das páginas quando eu começar a reler a jornada de Davi, quando o próprio Davi voltar a falar comigo através do narrador onisciente, quando tudo voltar a tremer, ruir e queimar, agora no formado de livro?

O design da capa e as vibrantes gravuras digitais internas são de Tereza Yamashita.

Duas sessões de autógrafos já estão agendadas: no dia 1º de agosto na Livraria da Travessa (Rio) e no dia 21 de agosto na Livraria Cultura (São Paulo). Mais detalhes, em breve.

Anúncios

Tags: ,