Memória e esquecimento

A persistência da memória, de 1931, é uma das pinturas mais populares de Salvador Dalí. Na literatura, romances com memória no título não são poucos: Memórias póstumas de Brás Cubas, Memórias de um sargento de milícias, Memórias de uma gueixa, Memórias de Adriano, Memórias da Emília, As memórias do livro, Memória de minhas putas tristes… O filme Memória artificial é um interessante thriller policial sobre reminiscências implantadas… Já deu pra notar que o artigo deste mês, no Rascunho, é sobre essa volúvel senhora: a memória. É também sobre seu irmão inseparável: o esquecimento. Para ler é só clicar aqui.

Anúncios

Tags:


%d blogueiros gostam disto: