Profetas contemporâneos

Na Revista E deste mês:

O fazer artístico se popularizou com a democratização do acesso à tecnologia e à informação. O mesmo aconteceu com a atividade crítica, graças às novas formas de veiculação propiciadas pela internet. Porém, a crítica não se restringe ao papel de orientar o consumo cultural, como muitos guias de entretenimento postulam. O ficcionista e doutor em Letras pela Universidade de São Paulo (USP) Luiz Bras e o crítico de cinema, professor e jornalista Sérgio Alpendre analisam o assunto.

Para ler os artigos, basta clicar aqui.

Anúncios

Tags:


%d blogueiros gostam disto: