Tudo é criança

Nossas noites sempre
apareciam na cidade
quase como um oráculo.

A menos de 100 anos
de Portugal e do Marquês
de Sade
as dúvidas não mais
nos limitam.

O que estou lendo?

As opiniões diárias
no meio do mato mais incrível
da minha vida.

*   *   *
Valerio Oliveira
[ poema extraído de uma página de jornal ]

Cândido

Anúncios

Tags: ,


%d blogueiros gostam disto: