Archive for the ‘Laboratório de criação literária’ Category

Universo ficcional compartilhado

30/09/2015

Mandalas

Laboratório de criação coletiva

Coordenação: Nelson de Oliveira

Uma atividade individual mas coletiva, coletiva mas individual.

A escrita literária é uma atividade solitária que aceita muito bem a participação de outros leitores-escritores. Em geral opinando criticamente, às vezes participando também do processo criativo.

A fim de promover essa participação menos comum, o laboratório reunirá quinze ficcionistas iniciantes e veteranos interessados em criar e explorar um universo ficcional compartilhado.

O que é isso?

Um universo ficcional compartilhado é um conjunto de elementos ficcionais (personagens e ambientação) que pode ser compartilhado total ou parcialmente por diversos autores.

O grupo criará coletivamente um conjunto de personagens e uma ambientação específica, que serão usados pelos participantes na produção de contos individuais (cada escritor escreverá o seu conto).

Haverá liberdade total na criação dos personagens e da ambientação.

A definição conjunta do tempo e do espaço narrativos também será livre. A ambientação poderá ser uma cidade, um bairro, um edifício ou qualquer outro local real ou imaginário, no passado, presente ou futuro.

Uma vez definidos os personagens e o universo ficcional, os autores do coletivo escreverão contos individuais, usando total ou parcialmente os elementos definidos.

Será dada ampla liberdade na elaboração do enredo e da linguagem dos contos, desde que as premissas definidas pelo grupo não sejam totalmente ignoradas. Essas premissas podem até ser subvertidas, se o contista quiser, mas não poderão ser descartadas.

No final do processo, os melhores contos serão reunidos numa coletânea impressa, com direito a sessão de autógrafos e sarau.

Público: ficcionistas iniciantes e veteranos interessados em criar coletivamente um universo ficcional.

Duração: seis meses, ao ritmo de um encontro por mês (de três horas).

Haverá também encontros informais no facebook.

Circuito São Paulo de Cultura

11/06/2015

Um beliscão na imaginação
Oficina de criatividade literária com Luiz Bras

O objetivo da oficina é estimular a imaginação e a criatividade literária dos participantes.
O encontro será dividido em duas partes: teoria e prática.
Na primeira, conversaremos sobre as particularidades dos diferentes gêneros literários: poema, conto, crônica, novela e romance.
Na segunda parte, realizaremos um exercício de desbloqueio criativo que possibilitará a produção de um bom texto curto, em prosa ou verso.

15 de junho, segunda-feira, 14h: Biblioteca Hans Christian Andersen
20 de junho, sábado, 14h: Ponto de Leitura Olido
24 de junho, quarta-feira, 14h: Biblioteca Álvaro Guerra
27 de junho, sábado, 11h: Biblioteca Clarice Lispector

Duração: duas horas

logo

Luiz Bras
Escritor e coordenador de oficinas de criação literária, é autor da rapsódia Distrito federal (Patuá), da coletânea de contos Pequena coleção de grandes horrores (Circuito) e do romance Sozinho no deserto extremo (Prumo).

Realidade expandida: workshop de ficção e poesia

21/10/2013

Realidade expandida

Construindo através da arte e da literatura realidades alternativas. Workshop teórico e prático: síntese de vinte anos de atividade literária.

com Luiz Bras

Local: Espaço Tao
Endereço: rua Alvarenga, 1.682 – Butantã – São Paulo
Data: 23 e 30 de novembro 2013, sábados
Horário: das 9h às 13h
Valor à vista: R$ 270, ou em três parcelas de R$ 100

Neste workshop teórico e prático, o escritor dividirá com os participantes, por meio de reflexões e rápidos exercícios de criação, um pouco do que aprendeu ao longo de vinte anos de atividade literária.

O aqui e o agora percebidos pelos cinco sentidos configuram o que podemos chamar de realidade de primeira ordem. Já a literatura, a arte, a filosofia, a ciência e a religião, ao expandirem nossa percepção da natureza e do ser humano, configuram a realidade – ou as realidades – de segunda ordem.

De que maneira a melhor ficção e a melhor poesia de nosso tempo constroem passarelas e portais para essas realidades alternativas, de segunda ordem?

Público-alvo: escritores diletantes (poetas e prosadores), com obra ainda em formação, estudantes e pessoas interessadas em aprimorar suas habilidades no uso da linguagem literária.

Para mais detalhes, basta clicar na imagem acima.

Oficina de prosa e poesia: realidade expandida

01/05/2013

A oficina é gratuita e tem por objetivo estimular a produção de bons textos literários em prosa e verso, por meio de diversas atividades práticas de redação e leitura crítica, intercaladas com a apresentação e a análise dos clássicos da literatura.

Coordenação: Luiz Bras

De 4 a 27 de junho – terças e quintas-feiras, das 18h30 às 21h30
Público: interessados em iniciar a carreira literária, a partir de 18 anos
Seleção: análise de um texto de autoria do candidato, podendo ser um conto, um poema ou um capítulo de romance
Inscrições: de 2 a 27 de maio
15 vagas
Para se inscrever clique aqui

Oficina da Palavra Casa Mário de Andrade
Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda – São Paulo
Telefones: (11) 3666-5803 e 3826-4085
casamariodeandrade@oficinasculturais.org.br

Verdades nada provisórias

04/04/2013

Toda arte é um jogo com o caos e uma luta contra ele; está sempre avançando cada vez mais perigosamente para o caos e resgatando de suas garras províncias cada vez mais extensas do espírito. Se existe qualquer progresso na história da arte, então este consiste no crescimento constante dessas províncias arrancadas do caos. (pág. 978)

O problema não consiste em confinar a arte ao horizonte atual das grandes massas, mas em ampliar o horizonte das massas tanto quanto possível. O caminho para a apreciação autêntica da arte passa pela educação. Não a simplificação violenta da arte, mas o treinamento da capacidade de julgamento estético é o meio pelo qual se pode impedir a constante monopolização da arte por uma pequena minoria. (pág. 992)

O crítico Arnold Hauser proferiu essas verdades nada provisórias no final de sua História social da arte e da literatura, lançada em 1950.

Workshop na Ofício das Palavras

07/02/2013

OfícioDasPalavras

Realidade expandida: workshop de ficção e poesia

O aqui e o agora percebidos pelos cinco sentidos configuram o que podemos chamar de realidade de primeira ordem. Já a literatura, a arte, a filosofia, a ciência e a religião, ao expandirem nossa percepção da natureza e do ser humano, configuram a realidade – ou as realidades – de segunda ordem.

De que maneira a melhor ficção e a melhor poesia de nosso tempo constroem passarelas e portais para essas realidades alternativas, de segunda ordem? É sobre isso que o ficcionista e ensaísta Luiz Bras falará em seu primeiro workshop na Ofício das Palavras.

Será um encontro teórico e prático, em que o escritor dividirá com os participantes, por meio de reflexões e rápidos exercícios de criação, um pouco do que aprendeu ao longo de vinte anos de atividade literária.

Público-alvo: escritores diletantes (poetas e prosadores), com obra ainda em formação, estudantes e pessoas interessadas em aprimorar suas habilidades no uso da linguagem literária.

Dia 23 de fevereiro, sábado
Das 14h às 18h
Investimento: R$ 250,00

Ofício das Palavras
R. Capote Valente, 1232
Vila Madalena – São Paulo – SP
Telefone: (11) 3473-7674
www.oficiodaspalavras.com.br

Workshop na Estação das Letras

08/01/2013

Estação

Realidade expandida: workshop de ficção e poesia

O aqui e o agora percebidos pelos cinco sentidos configuram o que podemos chamar de realidade de primeira ordem. Já a literatura, a arte, a filosofia, a ciência e a religião, ao expandirem nossa percepção da natureza e do ser humano, configuram a realidade – ou as realidades – de segunda ordem.

De que maneira a melhor ficção e a melhor poesia de nosso tempo constroem passarelas e portais para essas realidades alternativas, de segunda ordem?

Neste workshop teórico e prático, o escritor dividirá com os participantes, por meio de reflexões e rápidos exercícios de criação, um pouco do que aprendeu ao longo de vinte anos de atividade literária.

Público-alvo: escritores diletantes (poetas e prosadores), com obra ainda em formação, estudantes e pessoas interessadas em aprimorar suas habilidades no uso da linguagem literária.

Dia 2 de fevereiro (sábado), das 9h30 às 15h30
Carga horária: 6h/aula
Valor: R$ 350,00

Estação das Letras
Rua Marquês de Abrantes, 177 – Lojas 107/108
Flamengo – Rio de Janeiro – RJ
Telefone: (21) 3237-3947
http://estacaodasletras.com.br

Escritas em Trânsito

01/11/2012

Em breve, eu + Angélica Freitas + Carlito Azevedo + Fabiano Calixto + Fabrício Corsaletti + Marcelino Freire + Ricardo Aleixo + Ricardo Chacal + Veronica Stigger iremos coordenar minioficinas de criação literária em Salvador, integrando mais um maravilhoso projeto da Fundação Cultural do Estado da Bahia.